TODAS AS ESCALAS

Nos projetos residenciais, Fabiana Stuchi e Carlos Leite criam espaços ricos em detalhes porém livres de excessos

00-fabiana-stuchi-e-carlos-leite-criam-uma-cozinha-preta-e-amarelaFormado em 2010, o Stuchi Leite Projetos se vale dos mais de 15 anos de trajetória profissional dos associados Fabiana Stuchi e Carlos Leite. Enquanto ela passou por grandes escritórios paulistanos, ele enveredou nas searas acadêmica e urbanística. Somadas, as expertises individuais dão liberdade à dupla, que assina desde intervenções em cidades até reformas de apartamentos, caso do ambiente ao lado. “Penso no arquiteto como um curador. Afinal, nosso trabalho é selecionar materiais e recursos para determinado projeto. Isso é desafiador”, conceitua Fabiana. Confira aqui as soluções eleitas para transformar o antigo imóvel de 92 m² num estúdio fotográfico supermoderno: ideias que renderam aos arquitetos um troféu no Sétimo Prêmio O Melhor da Arquitetura.

01-fabiana-stuchi-e-carlos-leite-criam-uma-cozinha-preta-e-amarela

(1) Da ParquetSP, cumaru de demolição multiestrato, à venda por R$ 395 o m² – para uma área mínima de 30 m² e com mão de obra inclusa.(2) Concreto aparente requer cuidados. O preço da lata de 18 litros do silicone incolor Acqüella (Vedacit) é de R$ 339,90, na CC.(3) A chapa de 1,25 x 3,08 m do laminado TS (ref. Grafito, L 013), da Formica, sai por R$ 980, na Única Laminados.(4) O outro padrão do laminado TS escolhido para a marcenaria é o novo cromo real (L 523). O produto da Formica pode vir com ambas as faces coloridas.(5) Esmalte sintético fosco da Suvinil, ref. preto. O galão de 3,6 litros é vendido por R$ 66, na Tintas MC. Essa quantidade basta para cobrir até 80 m².

02-fabiana-stuchi-e-carlos-leite-criam-uma-cozinha-preta-e-amarela

(1) Elegeu-se o piso de madeira com acabamento fosco não só para este trecho como também para o apartamento inteiro.(2) As vigas, agora aparentes, ganharam proteção com hidrofugante à base de silicone, que repele água e óleo ao impermeabilizar a superfície sem alterar sua aparência.(3) Executado pela SD Marcenaria, o armário (2,30 x 4,40 m) prevê lugar para tudo: desde a copa, delimitada pelo vibrante amarelo, até gavetas e nichos para o acervo e os materiais de escritório.(4) Pouco utilizado para esse fim, o laminado na bancada da pia tem, entre suas vantagens, a resistência e a ampla cartela cores.(5) Com a eliminação do forro, as vigas ficaram à mostra. Além de não escondê-las, Fabiana quis ressaltá-las. Para isso, tingiu o teto de preto.

Matéria publicada na revista Arquitetura & Construção em Novembro de 2014