CASA INTELIGENTE CHEGA AO MERCADO EM 2020

Em menos de dez anos, móveis e eletrodomésticos terão capacidade de reconhecer pessoas e falar com elas para ajudar nas tarefas de casa. Se essa realidade ainda parece estar distante dos lares brasileiros, no Japão a tecnologia já foi desenvolvida. Chega ao mercado em 2020.

A companhia de eletroeletrônicos Panasonic começou neste ano a expor para consumidores em Tóquio os protótipos de uma série de produtos criados para a automatização do lar, uma linha que lembra os episódios dos Jetsons, desenho animado “futurista” dos anos 1960.

Logo na entrada da casa do futuro exposta pela multinacional japonesa, uma câmera de segurança que reconhece a face dos donos agiliza a abertura da porta.

Dispositivo digital reconhece ingredientes e fornece dicas de receitas a seus usuários

Dispositivo digital reconhece ingredientes e fornece dicas de receitas a seus usuários

A entrada de encomendas também será facilitada. Alimentos quentes ou gelados poderão ser colocados pelo entregador em compartimentos que se adaptam às condições de temperatura: o recipiente se resfria para receber a carne ou se aquece quando entra o pão quente.

As encomendas vêm do mercado com um código que carrega, além das condições de temperatura, outros dados como tamanho e tipo de produto, informações que poderão ser consultadas pelo consumidor por comando de voz.

CÔMODOS INTERATIVOS

O cozinheiro que perguntar para o dispositivo digital interativo instalado em sua cozinha quais pratos pode preparar com a carne que acaba de receber ouvirá da máquina uma lição sobre o modo de preparo.

Se rejeitar a dica, recebe receitas alternativas.

No banheiro, o espelho com sensores no chão será capaz de identificar informações como pulsação e peso de quem estiver a sua frente.

Além da avaliação médica, vai oferecer opções de maquiagem. Mesmo se estiver com o rosto limpo, a dona do espelho poderá se ver refletida usando batom vermelho e olhos pintados. A tecnologia também permite combinações de roupas. Na cama, há sensores que ajustam automaticamente a temperatura e a luminosidade do quarto.

Nos próximos anos, a empresa precisa estudar as condições de mercado. Atualmente, está em fase de fechamento de parcerias com prestadores dos serviços.

Algumas das invenções recentes da japonesa já estão no varejo, como as máquinas de lavar que identificam a quantidade de sujeira nas roupas para evitar desperdício de água e as geladeiras que registram os horários de maior consumo do dono, funcionando em modo de economia de energia nos outros.

Matéria publicada no jornal Folha de São Paulo em 30 de Novembro de 2014

DETALHES CAPRICHADOS NO LAR DOS ARQUITETOS

Profissionais criam para si o apartamento perfeito

Se o ditado diz que em casa de ferreiro o espeto é de pau, quando se trata do lar de um arquiteto a realidade é bem diferente. O apartamento do casal Nicholas Alencar e Fernanda Rabello, do Studio Alencar, na cidade catarinense de Blumenau, é uma prova viva e aconchegante disso.

A única característica original que restou do imóvel localizado no bairro Victor Konder foi o piso de porcelanato. O restante foi modificado para deixar o espaço tão moderno quanto os proprietários. As paredes e o teto de todas as áreas sociais ganharam pintura de concreto para alcançarem o super em alta visual industrial. “Como não queríamos usar gesso ou quebrar paredes, apostamos em tubulações aparentes para as fiações elétricas”, conta o proprietário e arquiteto. Para deixar o projeto luminotécnico ainda mais interessante e personalizável, todas as lâmpadas ganharam um dimmer. Assim, o casal que adora receber amigos em casa pode tornar, de acordo com as necessidades, o ambiente mais acolhedor ou mais dramático.

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Uma alternativa criativa – e muito visual – encontrada para delimitar o espaço do jantar sem separá-lo da área social integrada, foi um painel de madeira que parte de uma das paredes e avança até o teto. Sob ele fica a mesa de jantar de linhas retas e recortes geométricos, feita sob medida pelo próprio casal – assim como boa parte da marcenaria da casa.

As peças do décor eclético foram garimpadas durante as viagens que Nicholas e Fernanda fizeram pelo mundo, herdadas da família e customizadas por eles mesmos. Nas paredes, os quadros são, além de decorativos, lembranças de momentos especiais. Na cozinha, um conjunto de xícaras de prata foi legado da avó. O latão da Chanel foi feito pela dupla e, para completar, dois toca-discos – um vintage  e outro retrô – criam a atmosfera de época que o casal adora. Para completar, uma das portas ganhou um adesivo do filme Harry Potter.

Ao chegar na suíte máster, a estética toma rumos diferentes da área comum. Em vez de concreto e acessórios moderninhos, tudo se torna clean, tendo como pano de fundo paredes e teto da cor azul diesel. Como cabeceira, um painel que contém molduras de gesso atribui visual clássico ao cômodo, enquanto criados-mudos feitos sob medida dão apoio para as transparentes e já clássicas luminárias Bourgie, de Ferrucio Laviani.

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)
Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)

Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)
Apartamento Studio Alencar (Foto: Alexandre Zelinski / divulgaçã)
Matéria publicada no site Casa Vogue em 14 de Novembro de 2014

MISTURA EQUILIBRADA DE CLÁSSICO E MODERNO

Apartamento de solteiro valoriza móveis antigos

Em um dos encontros com o proprietário dessa morada, o arquiteto Anderson Leite notou uma particularidade. O jovem empresário vestia-se com sobriedade, mas gostava de complementar o visual com peças de destaque – um relógio de design, por exemplo.

Na hora de decorar o apartamento, Leite se inspirou no equilíbrio. Móveis antigos, que o morador herdou da mãe, e peças de design combinam-se a uma base neutra, formada por revestimentos em tons discretos e linhas retas. Assim, o lar ganhou um ar masculino e contemporâneo.

A começar pela sala de estarcom forro de gesso liso, piso de porcelanato claro, luminárias embutidas e escada com laterais de vidro. Sofá e estantes de linhas retas transmitem modernidade. Uma mesa bistrô cercada por cadeiras dos anos 1950 traz ares de bar.

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

É o cenário perfeito para peças como as poltronas francesas antigas, a cômoda bombê de marchetaria e o tapete persa. O contraponto contemporâneo é feito com o pendente Light Shade Shade, criado por Jurgen Bey para a Moooi; o tapete preto e branco de couro de vaca e o arranjo de parede espelhado da Decorato.

A sala de estar do piso superior se integra à área da piscina por esquadrias de vidro que vão do piso ao teto. Cortinas blecaute permitem transformar o ambiente em um generoso home theater. Leite decorou os espaços de modo a funcionarem tanto em uma sessão de cinema em casa quanto em uma festa ao ar livre.

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

Assim, uma variedade de luminárias cria diversos cenários. Fitas de LED ao redor do forro garantem uma luz agradável para filmes, lâmpadas pontuais valorizam objetos decorativos durante recepções e abajures oferecem uma luz acolhedora em momentos íntimos. Os revestimentos acinzentados e o tijolo em uma das paredes combinam com todas as opções.

Nesse ambiente de relaxamento, o morador investiu em sofisticação. O tapete preto dá destaque a peças como o pufe capitonê que serve como mesa de centro. Linho no sofá e couro envelhecido em uma das poltronas acrescentam aconchego.

“No começo era para fazer o apartamento inteiro claro e delicado”, conta Leite. “A gente foi apimentando aos poucos. O melhor é que ficou a cara do cliente”.

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)
Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação) Apartamento clássico e contemporâneo (Foto: Divulgação)

Matéria publicada no site Casa Vogue em 24 de Outubro de 2014 por Nilbberth Silva | Fotos Leandro Farchi